Início Notícias Cineasta leiloa NFT de pedras nos rins e estipula lance mínimo de...

Cineasta leiloa NFT de pedras nos rins e estipula lance mínimo de US$ 30,5 mil

49
0
Cineasta leiloa NFT de pedras nos rins e estipula lance mínimo de US$ 30,5 mil

Dados da plataforma marketplace SuperRare da tarde desta quinta-feira (21) indicavam que o token não fungível (NFT) intitulado “Inner Beauty” (beleza interior) não havia encontrado comprador. Com um lance mínimo de 10 ETH, cerca de US$ 30,5 mil pela cotação do Ether nesta quinta, o NFT das 18 pedras nos rins do cineasta canadense David Cronenberg permanecia sem comprador, uma vez que os 3 ETH ofertados, menos de US$ 10 mil, não foram suficientes para a abertura do leilão, após quase um mês, desde que  Cronenberg resolveu transformar seus cálculos renais em NFT.

NFT “Inner Beauty” foi colocado à venda com lance mínimo de 10 ETH. Imagem: Divulgação/SuperRare

À revista  Newsweek, o cineasta explicou que tirou a foto de suas pedras nos rins para mostrar a um amigo que sofria com o mesmo problema, pela primeira vez. Segundo ele, os cálculos estavam guardados em um frasco de comprimidos.

Achei essa foto muito bonita, de uma maneira tão estranha.  Meu corpo fez um grande esforço para criar essas formas incríveis, disse.

Cronenberg, de 79 anos,  acrescentou que uma pessoa, ao ver a foto, comparou a estética das pedras a “estranhas criaturas marinhas”, mas disse que o NFT também faz referência ao próximo filme dele, “ Crimes of the Future”, estrelado por seu colaborador frequente, o ator Viggo Mortensen no papel de um artista performático cuja arte envolve a remoção cirúrgica de órgãos de seu próprio corpo na frente do público.

O diretor de filmes como A Mosca (1986), Crash (1996) e Existenz (1999) não é novato no mundo dos NFTs. Ele estreou neste mercado em setembro de 2021 com um curta-metragem intitulado  “The Death of David Cronenberg”, um vídeo de um minuto mostrando o cineasta enfrentando seu próprio cadáver. Segundo The Canadian Press, o NFT acabou vendido por 25 ETH, cerca de US$ 90 mil na ocasião.

Pioneiro no gênero “horror corporal”, o cineasta revelou ainda que foi apresentado aos colecionáveis digitais por sua filha, Caitlin, que é fotógrafa. Quanto às pedras, retiradas após dois anos de cólicas renais, o diretor também disse que o médico dele chegou a solicitar que elas fossem enviadas para análise química, mas ele não deixou argumentando que elas são lindas demais para serem destruídas.

Outro diretor de cinema que também entrou no mundo dos NFTs foi Kevin Smith com o longa-metragem “Detetives do Prédio Azul 3 — Uma Aventura no Fim do Mundo”.  No caso, são NFTs do D.P.A atrelados a itens utilizados pelos atores mirins durante as filmagens e experiências exclusivas em sessões fechadas de pré-lançamento do filme, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

Fonte: Cointelegraph Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui